4.25.2009

Who am I?

"Depois examinando atentamente o que eu era e verificando que podia fingir que não tinha corpo e nenhum mundo ou lugar havia em que me encontrasse, mas, ao mesmo tempo, não podemos fingir que não existia, bastantdo o fato de duvidar da verdade das outras coisas para demonstrar, de modo bastante certo e evidente, que eu existia ao passo que bastaria deixar de pensar para não haver nenhuma razão que me levasse a crer na minha existência, depreendi de tudo isso que eu era uma substância cuja essência ou natureza consiste exclusivamente em pensar e que, para existir, não precisa de nenhum lugar nem depende de nada material, de forma que eu, isto é, a alma, pela qual eu sou o que sou, é inteiramente distinta do corpo e até mais fácil de conhecer do que este, e, mesmo que o corpo não existisse, ela não deixaria de ser tudo o que é"
(Discurso sobre o método - Descartes)

Follow my blog with bloglovin´

No comments: